Oração Subordinada Substantiva Objetiva Indireta :: Boletim 182

CapAdmin janeiro 2, 2012 Nenhum Comentário »
Após termos visto as orações subordinadas substantivas subjetivas, predicativas e objetivas diretas, vamos ver as objetivas indiretas.
Se a oração subordinada substantiva objetiva direta completa um verbo transitivo direto, a objetiva indireta completa um verbo transitivo indireto, isto é, aquele que exige uma preposição.
Ex.: Nada obsta/ a que tenhamos acesso ao processo. Nada obsta a ISSO. A isso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
Desconfio/ de que vocês estão tramando alguma coisa. Desconfio DISSO. Disso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
Não se esqueça/ de que a vida são opções. Não se esqueça DISSO. Disso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
Aconselho-o/ a que seja mais cauteloso. Aconselho-o a ISSO. A isso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
O gerente avisou-o/ de que estamos prontos para o debate sobre assunto tão importante. O gerente avisou-o DISSO. Disso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
Convencemos o presidente/ de que o jogador não poderia ser suspenso. Convencemos o presidente DISSO. Disso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
Os funcionários devem lembrar-se/ de que estudo é fundamental para sobrevida na empresa. Os funcionários devem lembrar-se DISSO. Disso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
Ninguém precisa/ de que a usina seja reativada para o povoado. Ninguém precisa DISSO. Disso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
Será que alguém necessita/ de que a prova seja aplicada novamente? Será que alguém necessita DISSO? Disso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta. Será que é expletivo; não tem função sintática nem morfológica.
Eles se opuseram/ a que assinássemos o contrato. Eles se opuseram a ISSO. A isso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.
Gostaríamos/ de que saíssem sem alarde. Gostaríamos DISSO. Disso = objeto indireto; então, oração objetiva indireta.

Você observou como a ladainha é sempre a mesma? Muito fácil, não é?
A próxima oração estudada será a completiva nominal. Prepare-se.