Oração subordinada substantiva objetiva direta :: Boletim 181

Oração subordinada substantiva objetiva diretaA oração subordinada substantiva objetiva direta, que chamaremos apenas oração objetiva direta, é aquela que tem função de objeto direto. Completa, portanto, um verbo transitivo direto. Ela pode ser introduzida por conjunção subordinativa integrante (que e se), por pronome interrogativo (que, quem, qual, quanto) e por advérbio interrogativo (onde, por que, como e quando). Substitua a oração pela palavra ISSO e classifique o pronome. A classificação do pronome será a mesma da oração.
Ex.:
  • Não sabemos ainda/ se o projeto será aprovado.
    Não sabemos ainda isso. Isso = objeto direto. SE = conjunção subordinativa integrante.
  • Desejaríamos/ que todos entendessem a verdadeira causa da catástrofe.
    Desejaríamos isso. Isso = objeto direto. QUE = conjunção subordinativa integrante.
  • Todos devem lembrar/ que amanhã será outro dia.
    Todos devem lembrar isso. Isso = objeto direto. QUE = conjunção subordinativa integrante.
  • Naquele momento, os jovens sentiram/ que outros eram os valores.
    Naquele momento, os jovens sentiram isso. Isso = objeto direto. QUE = conjunção subordinativa integrante.
  • Esqueci/ que hoje é feriado.
    Esqueci isso = objeto direto. QUE = conjunção subordinativa integrante.
  • Diga-me/ quando você pretende viajar.
    Diga-me isso. Isso = objeto direto. QUANDO = advérbio interrogativo.
  • Não sei/ por que você se abespinhou com tão pouco.
    Não sei isso. Isso = objeto direto. POR QUE = advérbio interrogativo.
  • Não achei/ que estivessem interessados na compra da casa.
    Não achei isso. Isso = objeto direto. QUE = conjunção subordinativa integrante.
  • Gostaria de saber/ como vocês entraram aqui.
    Gostaria de saber isso. Isso = objeto direto. COMO =advérbio interrogativo.
  • Não entendo/ como seu cliente perdeu a hora.
    Não entendo isso. Isso = objeto direto. COMO =advérbio interrogativo.
  • Ignoramos/ onde o menino foi encontrado.
    Ignoramos isso. Isso = objeto direto. ONDE = advérbio interrogativo.
  • Pergunte-lhe/ quem proferiu tal despautério.
    Pergunte-lhe isso. Isso = objeto direto. QUEM = pronome interrogativo.
  • Perguntaremos/ que era aquilo na televisão.
    Perguntaremos isso. Isso = objeto direto. QUE = pronome interrogativo.
  • Imagine/ qual das gêmeas preferiu a boneca.
    Imagine isso. Isso = objeto direto. QUAL = pronome interrogativo.
  • Vejamos/ quanto lhe custou o bibelô.
    Vejamos isso. Isso = objeto direto. QUANTO = pronome interrogativo.
  • Quero/ que todos estejam presentes.
    Quero isso. Isso = objeto direto. QUE = conjunção subordinativa integrante.
  • Esperávamos/ que a encomenda chegasse mais cedo.
    Esperávamos isso. Isso = objeto direto. QUE = conjunção subordinativa integrante.
E aí, fartou-se de exemplos?
No próximo informativo, falaremos das objetivas indiretas.
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.